15 de abr de 2009

Aprendendo!!!!!

Lendo sobre princípios morais universais percebi que me encontro atualmente no seguinte estágio:
5. Estágio dos direitos originários, do contrato social ou da utilidade
a) Valores defendidos: sustentar o direito, valores e contratos sociais básicos de uma sociedade, mesmo quando em conflito com regras e leis concretas do grupo. Reconhecimento de que os valores variam de cultura para cultura, mas que existem valores e direitos não relativos como o direito à vida e à liberdade que devem ser defendidos independentemente da opinião da maioria;
b) Justificativas da argumentação: obrigação de cumprir a lei em função de um contrato social: protege seus direitos e os dos outros. Leis e deveres são baseados em cálculo do maior bem para o maior número de pessoas (critério da utilidade).
c) Orientação sociomoral: o ponto de vista prioritário é o da sociedade. Quando há conflito entre o ponto de vista moral e o legal, não consegue integrá-los.
Mas ainda o estágio 4 esta presente em muitas situações que acontecem no meu dia-a-dia
4 . Estágio da preservação do sistema social e da consciência
a) Valores defendidos: fazer seu dever na sociedade, apoiar a ordem social, manter o bem-estar da sociedade ou do grupo. Cumprir os deveres com os quais se concordou, apoiar as leis;
b) Justificativa dos argumentos: manter o funcionamento das instituições como um todo, auto-respeito ou consciência compreendida como cumprimento de obrigações definidas para si próprio ou consideração das conseqüências dos atos. Pergunta-se "o que acontecerá se se todos fizerem o mesmo?"
c) Orientação sociomoral: o ponto de vista é o do sistema que define papéis ou regras. As relações individuais são consideradas em termos do lugar que ocupam dentro do sistema."
Bem já passei da metade do caminho considerando que são 6 estágios, mas percebi que os dois últimos precisam de um amadurecimento e de muito tempo de aprendizagem.
Depois da leitura feita em virtude do fórum proporcionado na interdisciplina de Filisofia entendo agora quando se fala que cada um tem sua caminhada, que tem seu tempo.
Lembro que logo que comecei a trabalhar como professora há 11 anos atrás me encontrava no estágio 3, sentia a necessidade de agradar as pessoas, de ser aceita, muitas vezes aceitava o que me era imposto sem discutir, durante muitos anos permaneci neste estágio, precisei de um desequilíbrio na minha vida para perceber que poderia ser aceita como sou, que poderia ter opiniões e que não era obrigada a agradar todas as pessoas, que a minha opinião poderia ser ouvida e que também poderia ou não ser aceita e que isso não me tornaria uma pessoa desagradável, ou ruim.

3. Estágio das expectativas interpessoais mútuas, dos relacionamentos e da conformidade
a) Valores defendidos: desempenhar o papel de uma pessoa boa (amável), preocupar-se com os outros e seus sentimentos, ser leal e manter a confiança dos parceiros, estar motivado a seguir as regras e expectativas;
b) Justificativa dos argumentos: precisa corresponder às expectativas alheias. Tem necessidade de ser bom e correto a seus olhos e aos olhos dos outros (família, amigos etc.); importa-se com os outros: se trocasse de papel, iria querer um bom comportamento de si próprio. Este é o estágio da regra de ouro: aja com os outros como gostaria que eles agissem com você.
c) Perspectiva sociomoral: do indivíduo em relação aos outros indivíduos.
(Lawrence Kohlberg - Restaure-se a moralidade, Maria Helena Pires Martins Desenvolvimento moral e educação, segundo o psicólogo e filósofo americano seguidor de Piaget )
Fonte: Revista Educação (nº 39)

Um comentário:

Gláucia Henge disse...

Oi Marta! Mais do que aprendendo, você está refletindo sobre você mesma, não é? Como você pretende seguir para as outras etapas?

Um abração.

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios